Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

domingo, 13 de maio de 2012

Essa música















Escutando essa música sinto o teu cheiro e teu gosto, mas também sinto a ponta dessa adaga que continua cravada no meu coração e fica cavocando minha carne fazendo o sangue gotejar devagarzinho atormentando minha alma triste.
Quando acredito que tudo está desaparecendo de minha memória,  corro depressa para dentro de uma caverna fria e escura, acredito que meu coração está congelando, então deito minha cabeça em uma pedra e fecho meus olhos com esperança, porém nesse instante o veneno maldito acende a chama perturbadora dentro de minhas lembranças, e a angústia me faz gritar...
A dor é tão grande que mesmo a maior dose de morfina não seria capaz de me aliviar. 
Estou aqui novamente pensando em alguém que nem sabe que eu existo! 
Clamando por socorro continuo, mas ninguém escuta, ninguém vem ao meu encontro. Minha vontade de ter você comigo é o que alimenta essa doentia esperança, e isso não me deixa viver em paz. 
Sinto um nó na garganta, mas continuo escutando essa música... Ela me destrói por dentro, mas essa é a única maneira que eu ainda posso ter você perto de mim!
As lágrimas alimentam minha fome e sede de sentir o teu gosto. Fecho meus olhos e mergulho em você, sou feliz na angústia, sou feliz na dor que é  única companheira na solidão de minha realidade! Exclamo e choro por você, sei que você não virá, mas pelo menos nessa música eu posso te abraçar, e se é na tristeza que eu te encontro, então minha angústia será minha alegria.

Atryu.


2 comentários:

Marcelo.J. Roque disse...

legal ler uma nova poesia sua , embora ache bem triste vc dizer q tem algo dentro de ti q arranca pedaços de ti e q sua vida é um vazio só, tristeza só , faz falar e por pra fora o que a gente sente , ou pensa , parabens lindo poema bjus ...

°•ஜ♥ Sol ♥ஜ•° °•ஜ♥ ♥ஜ•° disse...

A maior beleza da vida é entender q àquilo q nos causou dor, nos oportunizou o encontro com a felicidade, e só sabemos reconhecer a tristeza , se um dia vivemos a verdadeira felicidade, e eu vivi!
Obrigada por estar sempre por perto querido amigo, Marcelo.