Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

terça-feira, 27 de março de 2012

O ponto ideal.
















Existe dias em que paramos para ouvir uma música e deixamos nossos pensamentos visitarem  lugares que não gostaríamos.
O tempo passa, porém tem coisas que jamais esqueceremos.
Quase tudo na vida não é como havíamos sonhado um dia.
Quando eu era criança tinha sonhos e vontades, pensava que um dia iria realizá-los. A infância foi tão triste...
Mesmo assim os sonhos continuaram, eles sempre estiveram ali, em algum lugar dentro do meu coração, o tempo passou e o mundo das coisas belas nunca chegaram a serem tocadas por mãos reais.
As teias da maldade iam aos poucos me cercando, eu , apesar de não querer parecer inocente, me deixava iludir por contos de fadas.
A vida anda e nós crescemos, ficamos adultos, e nessa trajetória pensamos que por sermos adultos, somos intocáveis,  que ninguém mais é capaz de nos maltratar, pois adulto sabe se defender, engano nosso! Crescemos, porém dentro de nós continuamos achando que os sonhos são realizáveis, maior erro que cometemos.
Hoje, depois de estar acostumada com os sofrimentos que a vida  proporciona, entendo que apesar de sermos adultos, muitas vezes continuamos com um coração de criança, pois olhamos para o futuro e acreditamos que ainda temos a chance de sermos realizados, de termos encontrado o grande amor de nossa vida, mas a teia da infelicidade não tece sem objetivo.
Sei que sonhos são para serem sonhados , não vividos. Sei que o mais importante é se contentar com o que a vida nos proporciona, amar nossos filhos, cuidar dos nossos pais e irmão, amar até quem não nos ame de verdade, pois contos de fadas só existem nos livros, os quais, não deveriam serem lidos para as crianças, deveriam ser proibidos, porque eles ensinam o irreal, ensinam mentiras, as quais só existem no mundo das letras.
Hoje sei que o mais importante é a verdade, é ter os dois pés no chão, pois músicas, poesias, contos e sonhos, são mentiras inventadas por fracos e infelizes. Eu mesma, muitos poemas escrevi, eles sempre falavam de um amor inalcançado, um amor que só existia dentro de mim, eram apenas sonhos que nunca foram realizados e agora mais que nunca sei que foram apenas ilusão de um coração infantil.
O tempo faz a gente pensar e enxergar a vida como realmente ela é. Cheia de espinhos, dificuldades e tristezas. A morte nos tira as pessoas que mais amamos, a vida nos engana e nos tira outras...
Então para que essa demagogia barata que se espalha com tanta eficácia? O amor é uma farsa, e quem discorda, que olhe para seu próprio umbigo e veja se está realizado! A vida é apenas um círculo onde alguns tentam encontrar a felicidade no dinheiro, outros no poder, outros no sexo, e assim sucessivamente.
Felicidade é utopia, porém não é isso que nos ensinam na escola, nos livros, nos filmes, na podridão das novelas...
Acho que apenas o tempo é capaz de nos ensinar a não acreditar em mentiras. As crianças deveriam ser alertadas a saber que sonhos não existem, deveriam saber com antecedência que a vida é dura e que contos de fada são inventados por pessoas infelizes, e que a felicidade não existe é apenas uma ilusão.

Volto a escutar a mesma música, meu coração bobo ainda sente vontade de sonhar, só que agora eu o sufoco e não o deixo, pois sei que a melodia pode ser bonita, mas a realidade é feia.
A música continua a me tocar, mas tento tornar meu coração em pedra, acredito que em breve não sentirei mais nada, acredito que esse ponto é o ideal.

Atryu.