Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Eterno















No mais alto monte eu subirei, mesmo não tendo asas eu voarei... Um dia novamente te amarei...
Nem o ódio da humanidade inteira teria forças para submergir um amor tão verdadeiro quanto àquele que nasce em um coração cheio de sonhos.
Tempos vividos e percorridos pela eternidade serena das canções, caminhos pisados pelos ritmos mais intensos no encontro das notas musicais, entrelaçados pela canção dos anjos na língua, a qual somente um ser divino poderia compreender, foi ali, naquele fragmento de tempo que aconteceu a união dos corações separados.
Incompreendidos por todos, escondido nas profundezas dos oceanos dos segredos, vivido a cada amanhecer pelas aspirações em que somente o amor traz à existência.
Encontro que pode acontecer uma vez em cada século, ou apenas uma vez em milhares de milhões de séculos, se é que os séculos existem...
Duas vidas que se precisam, que se carecem, separadas na distância dos tempos, esmagadas pelo ciúme daquele que devora os sonhos e decompõe os sentimentos.
Sonhos rompidos, corações abstraídos, solidão..., Porém, no mais alto monte eu subirei, mesmo não tendo asas eu voarei... E um dia novamente te amarei.
Nesse dia a música será tocada, a canção será cantada..., A dor evadirá da presença dos amores feridos, dos corações sofridos..., A altura será alcançada e a leveza dos sonhos se transformará em luz fulgente, e eu verei teu rosto novamente, para sempre...
No mais alto monte eu subirei, mesmo não tendo asas eu voarei... Um dia novamente te amarei e para sempre te terei..

Sol.