Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Encontro















As mãos suadas, o coração batendo forte, a emoção na flor da pele!
Lá estava ele, a poucos degraus abaixo, quando o vi senti uma sensação diferente de tudo o que já havia sentido. A escada me levava até ele...
Seus olhos me perturbavam, sentia-me incomodada, pensava que ele poderia me achar feia e sem graça...
Toquei-o pela primeira vez, foi tão bom! Foi apenas um toque, um cumprimento discreto, mas era minha primeira vez...
Saímos andando e eu totalmente insegura, medrosa, tímida. Nem parecia que já o conhecia há tanto tempo! Falava com ele todos os dias, porém era a primeira vez que ouvia sua voz sem precisar da tecnologia da era comunicação.
Que voz encantadora, que olhos profundos! Quando ele me olhava, era como se eu estivesse sem roupa, me sentia nua diante de um olhar tão forte.
Em poucos minutos estávamos sentados em meio a um pedaço de natureza escondido no centro de uma grande metrópole. Eu e meu Amor... Meu Amor e Eu!
Quase sem fôlego eu estremecia e via seus lábios chegando perto dos meus...
Foi ali, na cidade dos meus sonhos, que ele me beijou pela primeira vez. Cidade que eu desejava estar em uma segunda oportunidade, cidade que ninguém gosta, mas que me fez feliz por um dia...
O gosto de sua saliva foi doce, mais saborosa que o licor dos deuses, mais embriagante que a bebida forte, mais, mais, mais.. Muito mais... Bebida pura e deliciosa que minha boca provara!
Como o amei naquele instante...
Como o desejei naquele momento especial, singular!
Horas se passaram e nosso tempo, nossa oportunidade chegava ao fim.
O tempo que o destino me presenteou naquele dia era findo... Eu tinha que partir...
Eu via apenas seus olhos me olhando com amor e dor, minha alma suplicava dentro de mim, pedia para ficar. Seu olhar triste me dizia adeus!
Foi um dia...
Um dia feliz ,escrito em um passado tão distante!

Sofhia.