Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Um sonho

Rompendo as barreiras todos os dias eu continua no caminho, às vezes andando, outras me arrastando...
Escuto uma música linda que faz minha alma verter lágrimas, perguntas e mais perguntas todos os dias dentro de mim... Até quando isso tudo vai durar? Até quando terei que suportar a escuridão que enfrento?
Porque nascer? Porque viver? Porque tive que conhecer o que não precisava nunca ter conhecido? Porque vivi o que nunca deveria ter vivido?
 Porque?
Porque?
Porque?
Uma onda de tristeza eu vivia, hoje mergulho na onda mais profunda, vivo constantemente nas profundezas do oceano, e tudo é tão escuro aqui dentro!
Tento me livrar todos os dias, mas a dor insiste em rasgar não apenas meu coração, mas já atinge os meus nervos que se contorcem sem nada poder fazer.
Criança adulta eu me sinto nessa imensidão de conflitos e responsabilidades.
Antes tinha sonhos, hoje todos morreram... Ainda não sei como estou aqui escutando essa melodia triste, pois queria dormir para sempre para poder sonhar que estou nos braços no aconchego do pai que nunca tive, sonhar em estar sendo protegida das maldades dos maus, ninada nos braços do amor.
Queria ter prazer e tomar um banho de chuva...
Queria ter prazer de dar um sorriso com a alma,
Brincar de roda com as crianças que ficaram em minhas recordações roubadas.
Queria ir para a escola sem medo, olhar para o rosto de minha mãe e vê-la sorrindo para mim.
Queria ser inimiga das lágrimas e esquecer o seu gosto salgado,
Queria ter braços para me abraçarem e ouvir palavras que me fizessem ter um sono tranqüilo.
Queria tantas coisas!!!
Queria...
Queria...
Queria...

Nada tenho.. Tudo foi em vão e em vão continua...
E o vão é cada vez maior, tão grande se torna que vou preenchendo minhas horas com coisas na esperança que dali nasça um sonho, no qual eu possa me agarrar e a vida deixar de ser vã...
Queria...
Queria...
Queria...
Como eu queria ter... Ter apenas um sonho, apenas um.

Sofhia.


Nenhum comentário: