Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Por quê?












Sozinha sou eu mesma.
Não preciso fingir como faço diante de todos...

Queria que existisse amor bonito, queria que existisse alma gêmea, ai como eu queria ter meu amor ao meu lado...
Poder todos os dias o abraçar...mas tudo foi só mais uma ilusão, uma brincadeira de mal gosto que a vida fez comigo.
Sempre foi assim, por que  iria mudar dessa vez ?

Por que nasci para ter sentimentos? Por que não sou fria coma a pedra da montanha de gelo?
Por que tenho que sentir o gosto da minha alma tão amarga?

Tenho tanta raiva da minha existência que hoje meu maior desejo é ir embora para o outro lado. Fechar meus olhos e nunca mais sentir o gosto salgado na minha boca.

Desabafo com as letras, pois nasci para chorar... E apenas elas me entendem, ai que dor eu sinto, ai que angústia.... quero deixar esse corpo que me segura nessa dimensão tão triste em que sou obrigada a permanecer sozinha. Sozinha, pois sinto falta de um pedaço que de mim foi arrancado.
Acho que Deus me odeia por eu ter tantos pecados... ai que dor tão forte, como continuar assim, como?
Para que nasci? Tantos anos sem frutos, sou tão inútil...
Olho para a vida e não tem nada que me traga alegria, qual é o problema ? Existe solução?
Perguntas, é só o que predomina meu entendimento. Tudo parece uma fantasia, as pessoas parecem viver em seus mundos bobos, se satisfazem com tão pouco... Ou são todos atores como eu sou? Frases bonitas dizem que a Vida é um presente para nós, mas que presente é esse? Presente que dói sem parar...
Criança que chora com fome, adolescentes violentados na carne e na alma, adultos doentes e fingidos?
Mundo perverso..., hoje sei que aqui não tem nada para mim, nunca teve, nunca terá...

Cada amanhecer é apenas mais um dia longe do meu verdadeiro lar... só pode ser isso!

Ziel.



quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ainda...














Hoje ainda vejo tuas lembranças em meu baú secreto,
Ainda sinto teu cheiro em uma camisa antiga,
Anda sinto tua alma ao lado da minha,
Ainda te amo como ontem te amei,
Ainda durmo com você e acordo ao seu lado,
Ainda choro pelo destino ter nos separado...

Olhando para trás,

Ainda vejo teu sorriso maroto,
Ainda sinto o gosto da tua saliva na minha,
Ainda vejo teus olhos tão tristes,
Ainda  ouço teu sussurrar no meu ouvido,

Olhando para frente,

Ainda vejo nossa casa enfeitada,
Ainda deito em nossa cama perfumada, 
Ainda sento em seu colo,
Ainda pego em teus cabelos,
E me deleito em teus carinhos...

Carinhos que nunca mais terei,
Que jamais esquecerei...
Para sempre te amarei.


Sofhia.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Súplica



















Suplico insistentemente por aquilo que ainda não encontrei, e uma solidão aumenta a cada época a cada estação que passa.
Às vezes penso que só a morte me dará o que procuro...
Só entende o que eu digo quem conhece esse mundo o qual vivo.
Uma força estranha e má me persuade todos os segundos do dia e atenta contra minha vida, vivo então a procura do sal que me fará durar para sempre, mas “um sempre” sem as tormentas desse tempo que se chama hoje, sem as angústias que sinto todos os dias do meu sobreviver.
Percebo que sou diferente, pois gosto de tudo que os outros não gostam e o que os outros gostam eu tento gostar, porém nada me satisfaz.
Sigo em frente sempre me arrastando, busco nas alturas uma mudança que nunca chega, um sonho que não existe, um amor que morreu antes de nascer.
Lamento minha vida e pontos de interrogações estão sempre no meu presente. 
O indecifrável sou eu mesma para mim.
Vou além do “normal” e deixo meu espírito se expressar, buscar no surreal as respostas que minha alma anseia...
Ontem pensei que havia encontrado o que me faria feliz, no entanto foi apenas uma ilusão que o engano de um coração triste se apegou, fui feliz mesmo sabendo que iria acabar, pois sempre soube que seria deixada para trás, fora daquele daquele lugar.
Hoje...
Ai que vontade de me desintegrar no espaço, sozinha longe da vida, longe dos que aceitam os dias como Deus dá, perto do silêncio que me atormenta sem dó!
Suplico insistentemente...
Suplico por algo que ainda não encontrei, algo que não sei se existe...

Medito em uma frase que me chama a atenção, “Se Deus fosse mau e quisesse nos castigar, Ele colocaria dentro de nós um desejo de encontrar o inexistente”, assim seriamos infelizes para sempre, pois eternamente procuraríamos por algo que não existe.

É assim que me sinto todos os dias da minha vida..., por isso suplico insistentemente..

Sol.

sábado, 9 de outubro de 2010

O amor que sinto















O amor que sinto por você é tão forte que... , ainda trocaria minha vida para viver a tua, trocaria minha rotina para conhecer a tua, trocaria minha alegria para proporcionar a tua.

Meu amor é tão forte que faria qualquer coisa para te ver feliz.
Mesmo que tivesse que ser infeliz para sempre, pois meu amor é tão forte que se tornou mais fortes que meus desejos egoístas.

Meu amor é tão grande por você que basta gritar por meu nome que eu estarei do seu lado, basta pedir, basta chamar que eu irei...,
Te amo para sempre, você está entrelaçado comigo eternamente.

Mesmo que você não me ame, eu te amo,
Mesmo que você me odeie, eu te amo,
Mesmo que você tenha repugnância de mim, eu continuo te amando...

Você foi
Você é
Você será

O amor da minha vida ,
O amor da minha morte,
O amor do meu entendimento
O amor da minha loucura,

O amor que sinto por você é maior que tudo que já senti!
Tudo que já conheci
Tudo que já vivi.

Sofhia

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Para sempre













Para sempre...
O teu perfume será o melhor
O teu jeito o mais sapeca
A tua boca a mais desejada
A tua pele a mais macia
O teu cabelo o mais sensual
Os teus olhos os mais belos
As tuas palavras as mais lindas
As tuas promessas as mais esperadas
Os teus beijos os mais doces
O teu afeto o mais sentido.

Para sempre...
Você será  meu amor e nunca irei te esquecer!
Para sempre você será meu, mesmo sendo outra que recebe teus beijos,
Que escuta tuas palavras
Que sente teu cheiro
Que anda ao seu lado.

Para sempre...
Te amarei da mesma maneira que ontem te amei e que hoje te amo.

 Sofhia.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Sonho de Ícaro



















Voar, voar
Subir, subir
Ir por onde for
Descer até o céu cair
Ou mudar de cor
Anjos de gás
Asas de ilusão
E um sonho audaz
Feito um balão...
No ar, no ar
Eu sou assim
Brilho do farol
Além do mais
Amargo fim
Simplesmente sol...
Rock do bom
Ou quem sabe jazz
Som sobre som
Bem mais, bem mais...
O que sai de mim
Vem do prazer
De querer sentir
O que eu não posso ter
O que faz de mim
Ser o que sou
É gostar de ir
Por onde, ninguém for...
Do alto coração
Mais alto coração...
Viver, viver
E não fingir
Esconder no olhar
Pedir não mais
Que permitir
Jogos de azar
Fauno lunar
Sombras no porão
E um show vulgar
Todo verão...
Fugir meu bem
Pra ser feliz
Só no pólo sul
Não vou mudar
Do meu país
Nem vestir azul...
Faça o sinal
Cante uma canção
Sentimental
Em qualquer tom...
Repetir o amor
Já satisfaz
Dentro do bombom
Há um licor a mais
Ir até que um dia
Chegue enfim
Em que o sol derreta
A cera até o fim...
Do alto, coração
Mais alto, coração...
Faça o sinal
Cante uma canção
Sentimental
Em qualquer tom...
Repetir o amor
Já satisfaz
Dentro do bombom
Há um licor a mais
Ir até que um dia
Chegue enfim
Em que o sol derreta
A cera até o fim...
Do alto, o coração
Mais alto, o coração...

Biafra

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Jóia escondida


Hoje tive um encontro surpresa com uma jóia escondida, a qual chegou de mansinho, falando baixinho o que meus ouvidos ansiavam escutar.
Viajei devagarzinho até me encontrar com uma pontinha de alegria.
Com receios eu aceitei seu convite, incertezas começaram a querer me fazer parar, porém eu dei um salto por cima de tudo e comecei a viajar...
A maior surpresa foi o passear sem medo, sem medo de sofrer...
A alegria chegou pintada de cores novas, diferentes da que eu pensava que gostava, então perdi o medo e me joguei com tudo.
Olhei a floresta encantada e vi novas espécies de seres, todos tinham olhos brilhantes. Senti uma agitação no primeiro instante, depois foi acalmando e a tranqüilidade chegou...
Andei em lugares desconhecidos, sorri sem parar, achei que tudo aquilo era mentiras inventadas pela minha loucura, mas depois percebi que eram reais e que eu poderia tê-las a qualquer momento.

Troquei a dor pela alegria,
Troquei a saudade pela folia,
Pela euforia.

Atryu



Um sonho

Rompendo as barreiras todos os dias eu continua no caminho, às vezes andando, outras me arrastando...
Escuto uma música linda que faz minha alma verter lágrimas, perguntas e mais perguntas todos os dias dentro de mim... Até quando isso tudo vai durar? Até quando terei que suportar a escuridão que enfrento?
Porque nascer? Porque viver? Porque tive que conhecer o que não precisava nunca ter conhecido? Porque vivi o que nunca deveria ter vivido?
 Porque?
Porque?
Porque?
Uma onda de tristeza eu vivia, hoje mergulho na onda mais profunda, vivo constantemente nas profundezas do oceano, e tudo é tão escuro aqui dentro!
Tento me livrar todos os dias, mas a dor insiste em rasgar não apenas meu coração, mas já atinge os meus nervos que se contorcem sem nada poder fazer.
Criança adulta eu me sinto nessa imensidão de conflitos e responsabilidades.
Antes tinha sonhos, hoje todos morreram... Ainda não sei como estou aqui escutando essa melodia triste, pois queria dormir para sempre para poder sonhar que estou nos braços no aconchego do pai que nunca tive, sonhar em estar sendo protegida das maldades dos maus, ninada nos braços do amor.
Queria ter prazer e tomar um banho de chuva...
Queria ter prazer de dar um sorriso com a alma,
Brincar de roda com as crianças que ficaram em minhas recordações roubadas.
Queria ir para a escola sem medo, olhar para o rosto de minha mãe e vê-la sorrindo para mim.
Queria ser inimiga das lágrimas e esquecer o seu gosto salgado,
Queria ter braços para me abraçarem e ouvir palavras que me fizessem ter um sono tranqüilo.
Queria tantas coisas!!!
Queria...
Queria...
Queria...

Nada tenho.. Tudo foi em vão e em vão continua...
E o vão é cada vez maior, tão grande se torna que vou preenchendo minhas horas com coisas na esperança que dali nasça um sonho, no qual eu possa me agarrar e a vida deixar de ser vã...
Queria...
Queria...
Queria...
Como eu queria ter... Ter apenas um sonho, apenas um.

Sofhia.


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Felicidade

















Felicidade é saber que você existe, mesmo sendo distante dos meus olhos, longínquo dos meus abraços!

Felicidade é voltar no passado e beijar tua boca outra vez, mesmo sendo apenas com a ajuda da fantasia e da ilusão.

Felicidade é saber que você olha para o mesmo céu que eu olho, sente o mesmo frio que eu sinto, beija a mesma brisa que eu beijo.

Felicidade é sentar no meu canto, escutar tuas músicas beijar tuas lembranças...

Felicidade é existir sem viver, viver sem existir, porém saber que você vive, que você existe, mesmo sendo ausente de mim...

Felicidade foi ter tido você!

Sofhia.