Quem sou eu

Minha foto
Escrever é materializar a imaginação.

Postagem em destaque

Caminhando...

A busca pela imortalidade é solitária e triste. Atryu

Stagran

Instagram

Seguidores

TRADUTOR

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Soneto de Interpretação Livre

Não houve necessidade de palavras fáceis
E, nem de ações futuras
Mas cada pensamento foi inspirado na madrugada
E, desejado pela manhã

No momento do reencontro
Na hora da partida
O adeus não foi dito
E o beijo foi trocado

É como se o tempo tivesse parado
E as reações não tivesse retorno
A única realização era voltar ao passado

A verdade ficou omissa
A realidade farfalhou
E o minuano começou a soprar
BahiaLoca

2 comentários:

Sônia disse...

Existem encontros que acontecem em nossa vida que ficam sem um final, as vezes ñ tem nem um começo só um acaso, porém marcam nossas lembranças para sempre, pena que ñ sabemos amar quando deveríamos... Deixamos as formalidades da vida nos impedir!
Muito verdadeiro o que vc escreveu amiga.

PACO HIDALGO disse...

Excelente poema. Un descubrimiento esta página poética. Te envío saludos desde ArteTorreherberos desde el sur de España.